Sábado, 1 de Março de 2008

Bem-vindos ao estranho mundo da mecanica quantica - Fotões, os quanta de luz

No seculo XIX Hertz observou um estranho efeito, quando fez incidir um feixe de luz sobre um metal ele observou que se produzia uma corrente electrica. Mais tarde com a descuberta do electrao feita por Rutherford ficou claro que essa corrente electrica era devido a injeção de electroes do atomo, mas o estranho era que a energia desses electroes nao dependiam da intencidade da luz mas sim da sua frequencia .

 Este misterio ficou por resolver durante alguns anos até que em 1905 quando não existiam mais duvidas sobre a natureza ondularoria da luz (até 1905 pensava-se que a luz era exclusivamente uma onda electromagnetica) Einstein (mais uma vez Einstein como diriam os brasileiros o cara e fera! ) explicou este efeito com base na teoria de Max Planck, dizendo que a luz era tambem composta por particulas denominadas fotoes ou quanta de luz  que colidiam com os electroes assim ficou explicado por que motivo não ocorre a remoção de electroes quando o metal e sujeito à incidencia de luz visivel(fotoes de baixa energia) mesmo que esta seja de uma elevada intencidade (muitos fotoes).

    Mas vamos a explicação mais propriamente dita do efeito fotoelectrico.

 

Imaginemos os electroes a orbitar o nucleo

 

   

 

Agora imagine um feixe de luz a insidir sobre o atomo, os electroes que receberem esse feixe vao absorver o fotao, ganhando energia soficiente para sair do atomo produzindo uma corrente electrica.

    A formula para o efeito fotoelectrico e:

 

Energia do fotao= Energia necessária para remover um elétrao+ Energia cinética do elétrao emitido

Algebricamente:

hf = \phi + E_{c_{max}} \,

onde

  • h é a constante de Planck,
  • f é a frequência do fotao incidente,
  • \phi = h f_0 \ é a energia mínima exigida para remover um elétrao de sua ligação atômica(energia de ionização),
  • E_{c_{max}} = \frac{1}{2} m v_m^2 é a energia cinética máxima dos elétroes expelidos,
  • f0 é a frequência mínima para o efeito fotoelétrico ocorrer,
  • m é a massa de repouso do elétrao expelido, e
  • vm é a velocidade dos elétroes expelidos.

Nota: Se a energia do fótao (hf) não é maior que a energia de ionização(φ), nenhum elétrao será emitido nao ocurrendo efeito fotoelectrico. A energia de ionização é ocasionalmente designada por W.

publicado por Tiago às 18:01
link do post | comentar | favorito
|


MusicPlaylist

.Pesquisas cientificas neste blog

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Animações Física

. Matematica.

. LHC e os buracos negros.

. E=mc2

. Sem medo de arriscar

. Fim do absoluto, a Era da...

. Fim do absoluto, a Era da...

. Fim do absoluto, a Era da...

. A vida e a fisica de maos...

. Fisica2100

. Da maça de Newton ao espa...

. O Fantástico mundo dos Fí...

. Bem-vindo ao estranho mun...

. Da maça de Newton ao espa...

. Bem-vindos ao estranho m...

.arquivos

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim


MusicPlaylist

Estou no Blog.com.pt


MusicPlaylist

blogs SAPO

.subscrever feeds